Um homem de 52 anos foi detido na Sertã por suspeita do crime de incêndio florestal numa freguesia daquele concelho do distrito de Castelo Branco, anunciou esta terça-feira a Polícia Judiciária.

Em comunicado, a Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, refere que o suspeito, na tarde de 28 de agosto e "com recurso a chama direta, colocou um foco de incêndio em área florestal povoada com mato e pinheiros, próxima da zona urbana", tendo a detenção resultado de um trabalho da PJ que contou com a colaboração do Grupo de Trabalho para a Redução das Ignições em Espaço Rural e da GNR de Sertã.

Segundo a PJ, a atuação do suspeito, agora detido, "colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como habitações e uma grande mancha florestal, incêndio que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos bombeiros".

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, sabendo a TVI que lhe foi aplicada a medida de coação de internamento compulsivo em unidade psiquiátrica. 

/ SL - Notícia atualizada às 15:00 de dia 18