Um homem de 32 anos, residente em Anadia, foi detido por suspeita da prática do crime de incêndio florestal no concelho da Mealhada, revelou hoje o Departamento de Investigação Criminal de Aveiro da Polícia Judiciária.

A PJ, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, com a estreita colaboração do Destacamento Territorial de Anadia da GNR, procedeu à identificação e detenção de um indivíduo, sem ocupação profissional definida, a quem imputa a autoria de um crime de incêndio florestal", revelaram as autoridades.

A PJ esclarece que, "no seguimento da ocorrência no sábado passado de vários focos de incêndio, no concelho da Mealhada, iniciou-se de imediato a respetiva investigação, de que resultou a recolha de fortes indícios que conduziram à detenção fora de flagrante delito do presumível autor de um desses fogos".

Ainda segundo a mesma fonte, o homem "não demonstrou qualquer motivação racional que o tenha levado a praticar os factos em investigação", demonstrando, "claramente, fascínio pela atividade dos bombeiros a combater os incêndios".

O detido vai ser hoje presente às autoridades judiciárias, tendo em vista o primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação adequadas.