Um homem de 54 anos foi detido pela PSP devido às suspeitas de ter ateado fogo a um prédio habitacional em Espinho, no distrito de Aveiro, que causou 16 feridos por inalação de fumo, informou esta segunda-feira aquela força policial.

Em comunicado, a PSP esclarece que o alegado autor do incêndio, ali residente, se encontrava no interior do prédio, tendo no momento da sua interceção confirmado ter colocado algumas das suas peças de roupa no hall de entrada do referido prédio, ateando-lhes fogo.

Segundo a PSP, 16 pessoas receberam assistência médica no local, devido à inalação de fumo, não carecendo, contudo, de transporte a qualquer unidade hospitalar.

Do incêndio, não se registaram danos materiais de relevo, pelo que o prédio ficou habitável, não havendo necessidade de realojamentos", refere a mesma nota.

O fogo, que deflagrou pelas 19:55 de sábado, foi extinto pelas 20:20, pelos Bombeiros Voluntários de Espinho.

A PSP deu conhecimento deste caso à Polícia Judiciária, que prosseguirá com a respetiva investigação.

. / RL