Um homem de 73 anos morreu, este sábado, na sequência de um incêndio no Parque de Campismo Piedense, na Costa da Caparica, concelho de Almada (Setúbal), disseram à agência Lusa fontes da Proteção Civil e da GNR.

A TVI sabe que, para além da vítima mortal, provocaram outra vítima, que teve de ser assistida por inalação de fumo.

A vítima mortal teria dificuldades de locomoção, necessitando de usar uma cadeira de rodas para deslocar-se. Residia no parque de campismo com a mulher há vários anos. A esposa, no entanto, não se encontrava no local quando as chamas começaram a propagar-se.

A TVI apurou junto das autoridades que ainda é desconhecido se o incêndio teve origem na rulote da vítima mortal ou no alvéolo ao lado, mas, quando as chamas se descontrolaram, o homem com mobilidade reduzida não conseguiu escapar do local. 

Segundo a fonte da GNR, "uma rulote de campismo ardeu e quando as autoridades chegaram ao local encontraram o corpo de um homem carbonizado".

Além da tenda, arderam também nove alvéolos - cinco ficaram completamente destruídos e quatro parcialmente -, segundo a mesma fonte.

As causas do incêndio são ainda desconhecidas, indicou a fonte da GNR, acrescentando que a investigação do incêndio passou para a alçada da Polícia Judiciária.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal disse à Lusa que o alerta para o incêndio foi dado cerca das 9:20, tendo sido mobilizados para o local operacionais e veículos dos Bombeiros Voluntários de Cacilhas e uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, além da GNR.