ACTUALIZADA ÀS 9h40

Dez incêndios estão activos em Portugal Continental, sendo o de Mezio/Travanca, no concelho de Arcos de Valdevez, aquele que mobiliza mais operacionais, num total de 272, de acordo com a Protecção Civil.

O fogo que há sete dias lavra no Parque Nacional da Peneda-Gerês está «em grande parte controlado», restando apenas duas frentes activas «que não inspiram grandes cuidados», informou fonte dos bombeiros à Lusa.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, Carlos Ferreira, o combate desenvolvido durante a última noite «foi muito proveitoso», sendo a situação «muito melhor» comparando com segunda-feira.

«Durante a noite, o vento estabilizou, a humidade aumentou e a temperatura desceu, o que permitiu dar um grande passo em frente para extinguir o incêndio», acrescentou.

Segundo informação disponível no portal da Autoridade Nacional de Protecção Civil, entre os sete incêndios mais significativos em curso, destaque para o fogo que lavra em Moledo, Castro Daire, que mobiliza 233 operacionais, apoiados por 54 viaturas e dois meios aéreos. Segundo a jornalista da TVI no local, este incêndio foi dado como dominado há minutos.

Um terceiro incêndio, este em Cerquido, concelho de Ponte de Lima, tem neste momento três frentes activas, que são combatidas por 71 bombeiros e 17 veículos.

Dos restantes incêndios florestais mais significativos, dois lavram no distrito de Viana do Castelo, um em Viana do Castelo e outro em Braga.
Redação / CP