Mais de 800 operacionais estavam às 07:30 desta quarta-feira a combater o incêndio que deflagrou no domingo em Proença-a-Nova e alastrou aos concelhos de Oleiros e Castelo Branco, segundo a Proteção Civil.

De acordo com informação disponível na página da internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o incêndio estava às 07:30 em curso e por dominar, mobilizando 875 operacionais, com o apoio de 292 veículos.

Na terça-feira, a Proteção Civil disse que 90% do fogo no distrito de Castelo Branco estava dominado.

"Todo o perímetro do incêndio está estabilizado, porém existe uma preocupação em 10% do território", relatou o comandante de agrupamento distrital Pedro Nunes, em conferência de imprensa, cerca das 20:00, no posto de comando instalado em Sobreira Formosa, no concelho de Proença-a-Nova.

Segundo Pedro Nunes, os 10% correspondem a partes do perímetro, que é superior a 60 quilómetros, que “estão ainda muito quentes e que tiveram atividade de fogo durante a tarde".

Por volta das 17:50, a página da ANEPC dava o incêndio como "em resolução".

Contudo, cerca das 19:30 a informação passou a "em curso", patamar no qual se mantinha hoje às 07:30.

De acordo com a informação disponível no ‘site’ da ANEPC, às 07:42 de hoje estavam envolvidos no combate a 69 incêndios (em curso, em resolução ou em conclusão) 1.253 operacionais, apoiados por 413 viaturas.

Os incêndios que mobilizavam mais meios às 07:42 eram o de Proença-a-Nova e o fogo que deflagrou às 20:53 na localidade de Barreiros, no concelho de Arcos de Valdevez, no distrito de Viana do Castelo, que mobilizava 94 operacionais, com o apoio de 31 veículos

Agrupamento de Escolas de Oleiros adia início das aulas

O Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade, em Oleiros, decidiu adiar o início das aulas devido ao incêndio que afeta o concelho, anunciou o município.

O Agrupamento de Escolas comunicou na terça-feira o adiamento "das atividades letivas devido ao incêndio de grandes proporções que assola o concelho e a todos os constrangimentos a ele associados", revelou a Câmara Municipal de Oleiros, em comunicado, referindo que o início do novo ano letivo deverá começar na segunda-feira.

Para além do início das aulas, foram também adiadas todas as atividades extracurriculares, da responsabilidade do município, acrescentou.

A decisão é extensível a todos os anos letivos e ao ensino pré-escolar", frisou a autarquia.

/ RL