A Liga dos Bombeiros Portugueses, LBP, anunciou esta segunda-feira que o Ministério das Finanças libertou as verbas para pagamentos às corporações, no âmbito do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR).

A Liga diz, em comunicado, que foi informada pela Secretaria de Estado da Administração Interna de que a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, ANEPC, “começará a transferir as verbas ainda esta segunda-feira”, de forma estas chegarem às associações já a partir de terça-feira.

A Liga adianta que, no final da semana passada, questionou o Ministério da Administração Interna e a ANEPC sobre os atrasos no pagamento das verbas respeitantes ao mês de outubro.

“Este será um processo que a LBP não deixará de acompanhar em permanência. Importa salientar que os recorrentes atrasos, colocam em causa a sustentabilidade das associações humanitárias e corpos de bombeiros”, refere o documento.

Os bombeiros voluntários que integram o DECIR recebem da Proteção Civil a compartição financeira de 50 euros por 24 horas.

O presidente da Liga disse à Lusa, no final de outubro, que a ANEPC ainda não tinha pago as dívidas todas às associações humanitárias de bombeiros, continuando por saldar as despesas extraordinárias desde julho deste ano e algumas de 2018.

Segundo o presidente da LBP, o que está por pagar são as despesas extraordinárias feitas durante o combate aos fogos, como alimentação, combustível e reparação de viaturas.

/ RL