A GNR anunciou esta quarta-feira ter detido em flagrante de uma mulher de 48 anos e identificado quatro homens e uma mulher pela prática de crimes de incêndio florestal, em Amarante e Marco de Canaveses.

De acordo com a autoridade policial, os suspeitos efetuavam queimas de sobrantes, que acabaram por se descontrolar, o que resultou numa área ardida de 12 mil metros quadrados de eucaliptos, mato e pinheiros.

A detida em flagrante ficou sujeita à medida de coação de termo de identidade e residência.