Um homem de 46 anos, operário da construção civil, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ), no concelho de Ponte de Lima, distrito de Viana do Castelo, por suspeita de um crime de incêndio florestal, foi esta sexta-feira divulgado.

Segundo o Departamento de Investigação Criminal da PJ de Braga, o incêndio ocorreu na segunda-feira, na freguesia de Calvelo, em Ponte de Lima, e “consumiu uma pequena porção de vegetação herbácea e mato”.

O suspeito terá ateado o incêndio “com recurso a chama direta”.

A PJ adianta que as chamas “não atingiram maiores proporções e uma mancha florestal de 340 hectares, devido ao alerta de uma testemunha, que promoveu a célere intervenção dos bombeiros”.

O combate àquele incêndio obrigou ainda à intervenção de um meio aéreo.

A identificação e detenção, fora de flagrante delito, resultou de uma operação da PJ em colaboração com o Grupo de Trabalho do Norte de Redução de Ignições em Espaço Rural.

O homem, com 46 anos, trabalhador da construção civil é ainda “suspeito de estar na origem de outros dois incêndios ocorridos na mesma zona” no mês em curso.

O suspeito é hoje presente às autoridades judiciárias para primeiro interrogatório judicial.

/ JGR