Um homem de 31 anos morreu, esta quinta-feira, em Paredes após ter caído a um poço, disse à Lusa fonte dos bombeiros.

Segundo a fonte, a queda terá ocorrido quando a vítima, trabalhador numa empresa da especialidade, procedia ao abate de árvores em Astromil, naquele concelho do distrito do Porto.

De acordo com os bombeiros de Rebordosa, o poço tinha cerca de 15 metros de profundidade e não continha água.

O alerta foi dado por colegas de trabalho, cerca de 15:30, porque há várias horas que não viam a vítima.

O óbito foi confirmado no local pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Vale do Sousa.

No local, estiveram os bombeiros de Rebordosa, com quatro operacionais e duas viaturas, e os bombeiros de Lordelo, com dois operacionais e uma viatura.

A GNR de Lordelo tomou conta da ocorrência.

/ NM