Um infantário situado na freguesia rural de Urra, no concelho de Portalegre, está temporariamente encerrado depois de uma funcionária ter testado positivo à covid-19, disse esta sexta-feira à agência Lusa a presidente do município, Adelaide Teixeira.

O infantário foi encerrado por precaução e nós continuamos nesta altura a efetuar o máximo de testes junto da população”, disse.

A autarca indicou que os casos de covid-19 no concelho de Portalegre subiram para 21, estando cerca de 90 pessoas em confinamento

Nós, nesta altura, temos 21 casos ativos, ontem [quinta-feira], tínhamos 10 casos”, disse.

Vinte dos 21 casos de covid-19 no concelho de Portalegre poderão estar relacionados com um caso reportado no dia 02 deste mês, que envolvia o funcionário de um restaurante, entretanto encerrado.

Ligada a esta cadeia de transmissão da doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 há ainda “uma outra pessoa infetada, mas reside em Nisa", outro concelho do mesmo distrito alentejano.

Adelaide Teixeira explicou que na quinta-feira foram efetuados 140 testes, estando também hoje a decorrer outros testes para identificar mais infetados.

O município de Portalegre anunciou hoje na sua página na rede social Facebook que, “de forma preventiva”, vai também encerrar temporariamente serviços do edifício das oficinas municipais.

Face ao aparecimento de alguns casos de infeção de covid-19 entre os nossos funcionários, parece-nos ser esta a melhor opção, de forma a tentar solucionar o problema nesta fase”, lê-se no documento.

“O aumento de casos de infeção tem sido, infelizmente, uma realidade. Temos que estar preparados para um possível aumento no número de infetados nos próximos dias”, acrescentam.

/ AG