Três restaurantes de Penacova foram encerrados devido à existência de contágios pela covid-19 em cada um deles, disse esta quarta-feira o presidente da Câmara Municipal à agência Lusa.

Humberto Oliveira explicou que a decisão de encerrar temporariamente estes estabelecimentos, “localizados na vila e nas proximidades”, foi tomada após terem sido detetados “alguns casos” de infeção pelo vírus entre as pessoas que neles trabalham.

Neste momento, segundo os últimos dados atualizados da Direção-Geral da Saúde (DGS), há 65 pessoas com a doença no concelho de Penacova, no distrito de Coimbra.

No dia 10, a Comissão Municipal de Proteção Civil de Penacova resolveu acionar o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil, quando se verificava um “agravamento da situação epidemiológica”, então com 26 casos positivos confirmados da covid-19.

Os mercados do concelho também estão encerrados, enquanto a abertura do ano letivo em Penacova foi adiada do dia 17 para segunda-feira, dia 21, segundo Humberto Oliveira.

O autarca disse que os serviços municipais, em articulação com as juntas de freguesia e outras entidades, públicas e privadas, têm feito “um esforço adicional” nas últimas semanas, face à evolução da pandemia em Penacova.

De resto, temos trabalhado de acordo com a legislação e com as regras da DGS em vigor”, acrescentou.

Numa família, chegaram a estar sete pessoas doentes, “mantendo-se dois destes casos ainda ativos”, disse Humberto Oliveira.

Localmente, precisou, a maioria das situações de contágio pelo novo coronavírus, detetado em finais de dezembro de 2019 em Wuhan, China, tem sido registada em território da sede do município, na freguesia de Penacova.

Em Portugal, morreram 1.925 pessoas dos 69.663 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da DGS.

/ CE