O índice de transmissibilidade (Rt) em Portugal encontra-se nos 0,86, segundo divulgou esta sexta-feira o Instituto Dr. Ricardo Jorge (INSA), cuja análise vai até ao dia 14 de março. Na semana anterior, era de 0,8.

"Todas as regiões do país apresentam a média do índice de transmissibilidade abaixo de 1, exceto a Região Autónoma dos Açores, sugerindo um claro decréscimo da incidência de SARSCoV-2", diz o relatório que é publicado semanalmente.

Nos Açores, o valor do RT é de 1,20. O INSA volta a não disponibilizar dados da Madeira, devido "à introdução de um elevado número de notificações em atraso".

“Desde dia 10 de fevereiro que se observa um estabilizar do R(t) com um ligeiro aumento, de 0,61 para 0,86, o que sugere um desacelerar da tendência de decrescimento da incidência de SARS-CoV-2.”

O mesmo relatório dá conta que Portugal tem uma taxa de notificação acumulada de 14 dias de 87 casos por 100 mil habitantes, "com tendência decrescente", sendo o único país da Europa abaixo dos 120 casos por 100 mil habitantes.

Neste momento, só Espanha tem um RT mais baixo do que Portugal, mas tem uma taxa de incidência maior (acima dos 120).

"Todas as regiões [portuguesas] apresentam a taxa de incidência acumulada abaixo dos 120 casos por 100.000 habitantes. Os resultados indicam uma tendência decrescente de novos casos ao nível nacional e em todas as regiões de Portugal."

Catarina Pereira