O mau tempo registado nos Açores provocou, esta segunda-feira, quatro inundações em vias públicas e duas habitações na ilha Terceira, a par do transbordo de uma ribeira, disse fonte da Proteção Civil.

O vice-presidente do Serviço Regional de Proteção e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), Osório Silva, declarou à agência Lusa, a meio da tarde, que "tiveram lugar sete ocorrências, estando cinco em curso e as duas restantes resolvidas".

Os bombeiros voluntários e os serviços do Governo Regional estão a trabalhar para "repor na normalidade" nas vias públicas interrompidas.

Já no domingo o SRPCBA tinha alertado para a previsão de mau tempo no grupo Ocidental (Flores e Corvo), tendo depois alargado o aviso a sete ilhas (ou seja, incluindo também Terceira, Graciosa, Pico, Faial e São Jorge).

Em causa está a passagem de uma "superfície frontal fria", que poderá provocar precipitação, por vezes forte, acompanhada de trovoada.

A Proteção Civil recorda as recomendações já feitas anteriormente, para que os cidadãos tomem medidas de autoproteção, nomeadamente mantendo limpos os sistemas de drenagem das suas residências e evitando circular sem necessidade, para não caírem em buracos ocultados por eventuais lençóis de água.