A Escola Básica e Secundária Manuel Gomes de Almeida, em Espinho, suspendeu esta quarta-feira as aulas para 120 alunos depois da chuva intensa desta madrugada ter inundado a placa de um telhado em obras, revelou o estabelecimento de ensino.

Segundo a direção desse equipamento do distrito de Aveiro, a interrupção nas aulas afetou cinco turmas e foi "uma medida de prevenção", mantendo-se em atividade letiva normal os restantes cerca de 1.400 alunos da escola.

O edifício afetado está em obras e tudo foi acautelado previamente tendo em conta a chuva, mas esteve realmente muito mau tempo e a placa ficou inundada, portanto achámos melhor enviar os alunos para casa", declarou à Lusa o diretor do liceu, Ilídio Sá.

O mesmo responsável nota que noutros blocos da escola a empreitada também decorreu durante períodos de chuva forte, mas "até aqui nunca tinha havido necessidade de suspender as aulas porque o mau tempo não tinha sido de tanta intensidade".

Em fevereiro de 2019, contudo, já a mesma escola foi evacuada após estragos causados pela depressão Helena, depois de o vento ter feito cair cobertos metálicos junto aos edifícios administrativos.

Já na altura a ocorrência deu origem a obras de recuperação dos telhados dessas estruturas, mas a expectativa de Ilídio Sá era que se procedesse depois a uma empreitada mais alargada de requalificação de todas as coberturas dos restantes imóveis da escola.

É essa intervenção que está em curso atualmente, sendo agora a expectativa do diretor da Escola Básica e Secundária Manuel Gomes de Almeida que a inundação causada pelo temporal das últimas 24 horas possa resolver-se rapidamente.

Contamos que fique tudo normalizado esta tarde. Se assim for, amanhã [quinta-feira] os alunos que hoje ficaram em casa já poderão voltar às aulas", informa Ilídio Sá.

O mau tempo que se faz sentir desde terça-feira no Norte e Centro do país afetou sobretudo os distritos de Aveiro, Viseu e Coimbra, que até às 08:00 desta quarta-feira estiveram sob aviso laranja e, entretanto, já passaram a amarelo.

Pelas mesmas razões, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) também colocou sob aviso amarelo até às 12:00 de hoje os distritos de Évora, Guarda, Faro, Vila Real, Setúbal, Santarém, Lisboa, Leiria, Beja, Aveiro, Coimbra, Portalegre e Castelo Branco.

Os de Castelo Branco e Guarda estão igualmente sob aviso amarelo devido à queda de neve acima dos 1.800 metros de altitude, do que se espera uma acumulação provável de 4 a 8 centímetros de flocos de gelo até às 12:00 de hoje.

Até às 21.00, o IPMA colocou ainda sob aviso amarelo os distritos do Porto, Faro, Setúbal, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Beja, Aveiro, Coimbra e Braga devido à previsão de forte agitação marítima, com ondas de Oeste e Sudoeste que se apresentarão com 4 a 5 metros de altura e passarão gradualmente a vagas de Noroeste.

/ CE