O presidente da Federação Nacional da Educação (FNE) considerou esta quarta-feira as metas definidas para o sucesso educativo «muito ambiciosas», afirmando que se torna necessário garantir no Orçamento do Estado de 2011 «recursos humanos e materiais» para apoiar os objectivos propostos, escreve a Lusa.

«É um objectivo muito difícil, significa que se torna necessário garantir no orçamento da Educação que haja recursos humanos e materiais que vão apoiar estas medidas de promoção de sucesso», afirmou João Dias da Silva aos jornalistas, no final de uma reunião da Comissão Permanente da FNE, no Porto, para realizar um balanço do arranque do ano lectivo.

Metas da Educação para 2015 «são exequíveis»

Lembrando que as metas foram definidas não só para Portugal, mas para todos os países da União Europeia, Dias da Silva afirmou que a FNE «não crê que o Ministério da Educação queira que haja um mero sucesso administrativo», defendendo ser necessário promover outras «políticas educativas coerentes» que vão no sentido da promoção do sucesso educativo.

O responsável disse, porém, que «não se vê» em Portugal essas «políticas educativas coerentes» quando, por exemplo, existem escolas com cerca de 3000 alunos.

«Garantir altas taxas de sucesso significa investir. É fundamental que o próximo Orçamento não escolha a área da Educação para resolver o problema do défice das contas públicas», frisou.

No balanço que a FNE faz do início deste ano lectivo, João Dias da Silva afirmou que há ainda «uma pulverização de insatisfações», quer de pais como de professores, devido ao encerramento de escolas, demora «excessiva» dos transportes escolares, persistência de elevados índices de precariedade e colocação de docentes, entre outros.

«Não vale a pena o Ministério da Educação tentar passar a mensagem que está tudo bem, não lhe fica nada mal reconhecer que há aspectos que precisa de corrigir e melhorar», disse, acrescentando que a FNE está disponível para dar um contributo para eliminar as «múltiplas insatisfações» existentes.
Redação / PP