Nas águas frias da Islândia são muitas as pessoas que se dedicam à pesca do bacalhau, peixe que é consumido em Portugal de todas as maneiras e feitios. Diz-se que é ao largo desta ilha que está a melhor espécie de bacalhau. Um pouco mais clara do que o costume, beneficia das águas bem menos poluídas que em outras latitudes.

O trabalho é duro em mar e terra. Depois de capturado naquela zona do Atlântico Norte, há que levar o bacalhau para uma zona onde o deve ser devidamente limpo e colocado em salmoura, como é prática de uma empresa portuguesa que ali se estabeleceu há 20 anos.

Este trabalho é para pessoas fortes", afirma Grudum Krist, uma das trabalhadoras na arte.

Mesmo tendo o melhor bacalhau do mundo, a população da Islândia faz pouco uso do peixe. Grande parte vai para exportação, e o que fica na Islândia é consumido, maioritariamente, fresco.

Esta semana festeja-se a semana do bacalhau na Islândia, onde vários chefes de diferentes países apresentam a sua receita. De Portugal foi uma receita de bacalhau com puré de grão.