A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) alertou, esta quarta-feira, que o produto Japan Tengsu é um "medicamento ilegal" por conter substâncias destinadas ao tratamento da disfunção erétil que apenas podem ser utilizadas em fármacos.

O produto Japan Tengsu, comprimido” é “um medicamento ilegal, por não dispor de autorização de introdução no mercado em Portugal e conter substâncias ativas que apenas podem ser utilizadas em medicamentos”, afirma o Infarmed num comunicado publicado no seu ‘site’.

Segundo a autoridade do medicamento, este produto foi detetado na alfândega, no âmbito do protocolo de colaboração entre o Infarmed e a Autoridade Tributária e Aduaneira, destinado ao combate à falsificação de medicamentos.

O produto tem, provavelmente, origem em vendas através da Internet, não tendo sido detetado no circuito legal de venda de medicamentos (por exemplo, farmácias)”, sublinha no comunicado.

Depois de ter analisado o produto laboratorialmente, o Infarmed verificou que este produto contém a substância ativa sildenafil, que se destina à melhoria do desempenho sexual.

Atendendo a que não está garantida a qualidade, segurança e eficácia deste produto, a sua utilização é proibida em Portugal”, sublinha.

O Infarmed avisa as entidades que dispõem deste produto de que não o podem vender, dispensar ou administrar, devendo comunicar de imediato com a autoridade do medicamente.

Também os utentes que disponham deste produto não o devem utilizar, devendo entregar as embalagens em causa na farmácia para posterior destruição, através da Valormed.