Foram constituídos dois arguidos até ao momento no âmbito das investigações ao «caso Freeport», disse à agência Lusa fonte ligada ao processo. A TVI fala em três.

Já a directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), Cândida Almeida, confirmou esta sexta-feira que foram até ao momento constituídos dois arguidos no âmbito das investigações ao «caso Freeport».

Depois das inquirições aos empresários Júlio Monteiro e Charles Smith, hoje está a ser ouvido Manuel Pedro - outro elemento alegadamente ligado ao «caso Freeport» - no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), em Lisboa.

Manuel Pedro ouvido no DCIAP

O empresário Charles Smith, que quinta-feira foi interrogado durante cerca de cinco horas no âmbito do «caso Freeport», voltou esta sexta-feira, cerca das 17h35, ao Departamento Central de Investigação e Acção Penal, em Lisboa.

O empresário Júlio Monteiro, tio do primeiro-ministro, José Sócrates, também foi interrogado esta quinta-feira.

A TVI informa que os arguidos são Manuel Pedro, Charles Smith e João Cabral.

O PGR, Pinto Monteiro, voltou a confirmar, esta tarde, que existem dois arguidos no processo Freeport, mas recusou que adiantar os nomes dos suspeitos.

Última actualização às 19h30
Redação / FC