debate de instrução


«Por que é que ele tem mentido?»






«Ele renunciou ao direito de estar presente que lhe assiste para se defender dos atos instrutórios (…) devido a toda a pressão mediática que tem estado a ser feita durante este ano».

E também «a pressão que tem sido feita pelos assistentes na discussão pública e pela forma como o têm tratado, quer com a apresentação de uma queixa autónoma quer também na forma como têm atingido o seu bom nome, tratando-o como se fosse um criminoso».




Declarações que coincidem com as proferidas pelo pai do arguido.