O governo mais sombrio de Portugal voltou a reunir-se esta sexta-feira. Desta vez, no Auditório do Museu da Fundação Oriente, em Lisboa, os três "ministros", João Miguel Tavares, Pedro Mexia e Ricardo Araújo Pereira, começaram por colocar o foco em Greta Thunberg.

A presença da ativista sueca em Portugal fez com que Pedro Mexia se senti-se o ministro Yoda, em alusão à criatura verde do universo Star Wars.

Ainda sobre o mesmo tema, João Miguel Tavares revelou que também se preocupa com "os puns das vacas", uma questão que crê ser do domínio do bom senso. Ricardo Araújo Pereira comparou Greta Thunberg à irmã Lúcia.

Relativamente à expulsão do juiz Rui Rangel do Conselho da Magistratura, Ricardo Araújo Pereira encontrou um aspeto "folclórico", ainda que os seus interlocutores não tivessem concordado.

Instados por Carlos Vaz Marques a falarem do envelhecimento, os "ministros" apresentaram diferentes visões do avançar da idade. Para Ricardo Araújo Pereira, o essencial está feito, uma vez que já conseguiu adquirir um descapotável. Já Pedro Mexia sente-se cada vez melhor, relembrando alguns falhanços na carreira para o explicar.