Um homem de 31 anos foi detido por suspeitas de crimes de abusos sexuais de crianças e pornografia de menores, informou a Polícia Judiciária (PJ), esta quarta-feira.

O suspeito atuava e interagia com menores pré-adolescentes em contexto de jogos online, estabelecendo com eles uma relação de confiança e domínio pela experiência e posição assumida naquele contexto, aproveitando-se da inexperiência dos menores para lhes solicitar a auto produção e envio de conteúdos", pode ler-se na nota enviada às redações.

A Polícia Judiciária tem, até ao momento, seis vítimas identificadas.

Além de pedir aos menores a auto produção e envio de conteúdos íntimos, o homem pedia às vítimas para transferir os conteúdos para uma plataforma encriptada e apagar os vestígios de comunicações.

A detenção do suspeito ocorreu na região da Grande Lisboa, em Inquérito dirigido pelo DIAP Cascais.

Foi apreendido material informático utilizado para cometer os crimes, que será sujeito a perícias.

O detido, já possuidor de antecedentes criminais, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para efeitos de aplicação de medida de coação.

O mais recente relatório das autoridades revela que a a pornografia de menores registou um "acentuado aumento" em território nacional.

Só nos últimos cinco meses já foram registados mais casos de pornografia infantil do que em todo o ano de 2020.

Rafaela Laja