Decorrem as buscas pelos 13 migrantes que conseguiram fugir depois de desembarcarem numa praia em Vila Real de Santo António. O SEF e a Polícia Judiciária estão no terreno.

Três homens de nacionalidade marroquina não conseguiram escapar e foram detidos pela PSP depois do desembarque.

A embarcação, na qual viajavam pelo menos 16 pessoas, foi detetada pela Polícia Marítima na manhã de segunda-feira.

Mais tarde, três marroquinos foram abordados pela PSP no centro da cidade, dois deles sem qualquer documentação.

A polícia deteve os suspeitos por entrada e permanência ilegal em território nacional. Serão hoje presentes ao tribunal, durante a tarde, para o primeiro interrogatório judicial e para ficarem a conhecer as medidas de coação.

Caso se confirme tratar-se de imigração ilegal proveniente do Norte de África, este foi o sétimo desembarque na costa algarvia desde o final de 2019.

O último tinha-se dado a 15 de setembro de 2020, quando as autoridades intercetaram o grupo de migrantes que desembarcou ilegalmente na ilha Deserta, em Faro, e se colocou em fuga de seguida.

Daniela Rodrigues