O Ministério Público (MP) e a Autoridade Tributária (AT) têm em curso cinco megainquéritos que visam vários clubes de futebol, dirigentes e empresários, divulga revista Sábado na edição impressa desta quinta-feira. Segundo a publicação, a investigação a Pinto da Costa e ao FC Porto será a que está mais avançada.

Em causa estão 15 transferências de vários jogadores, entre os quais Casillas, Falcao, James Rodríguez ou Danilo. No total, as autoridades iniciaram oito inquéritos em 2017 e 2018, sendo o presidente dos azuis e brancos o principal visado.

Em comunicado, a SAD portista garantiu que nenhum membro da administração foi interpelado, ouvido ou interrogado.

A investigação estende-se a vários outros clubes, entre os quais estão Benfica, Sporting de Braga e Sporting. A SAD bracarense também desmentiu quaisquer investigações.

As dúvidas do MP e da AT residem nos contratos relativos aos direitos económicos, direitos de imagem, prémios de assinatura e comissões pagas a empresários na intermediação, contratação ou renovação de atletas. O empresário Jorge Mendes, a sua mulher e outros familiares também estão entre os suspeitos, num total de 40 alvos principais.
 

/ AG