Um homem indiciado pela prática do crime de violência doméstica em Porto de Mós, no distrito de Leiria, ficou em prisão preventiva, disse hoje a Procuradoria da Comarca de Leiria.

Existem forte indícios de o arguido, de 38 anos, ter agredido física e psicologicamente, de forma reiterada, a sua mãe, na residência de ambos", refere a página do Ministério Público de Leiria.

O suspeito foi presente a primeiro interrogatório judicial, indiciado da prática do crime de violência doméstica agravada, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

A investigação é dirigida pelo MP da Secção de Porto de Mós do DIAP de Leiria, com a coadjuvação do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Leiria.