A CP – Comboios de Portugal implementou o horário de verão nas linhas de Sintra e do Oeste, que vigorará até setembro, ajustando a oferta à habitual redução da procura durante as férias escolares.

As alterações aos horários nas duas linhas foram anunciadas na página da internet da empresa e decorrem “das alterações de procura, que se reduz em alguns percursos, no período de férias escolares”, explicou fonte da CP à agência Lusa.

Tal como tem sido hábito em anos anteriores, as alterações, publicadas na página da CP, começaram a ser implementadas no domingo e vão afetar as linhas de Sintra e do Oeste até 7 de setembro.

Questionada pela Lusa, a empresa especificou que, na Linha de Sintra, a medida verifica-se “apenas nos comboios que fazem a ligação entre Lisboa-Rossio e Mira Sintra-Meleças e nas horas de ponta”.

Naqueles troços, os comboios “circulam com uma frequência de dois comboios por hora, em hora de ponta”, mas mantém-se o número de lugares oferecidos, dado os mesmos comboios circularem “em composição dupla”, ou seja, sendo formados por duas unidades, ao contrário dos restantes meses do anos, em que funcionam apenas com uma unidade.

A alteração em vigor representa, segundo a CP, uma diminuição dos cerca de 415 comboios que habitualmente circulam na linha de Sintra/Azambuja, em dias úteis, para os atuais cerca de 390.

A alteração implementada na Linha de Sintra obriga a “realizar ajustamentos nos horários da Linha do Oeste”, onde no mesmo período vigorarão “alterações de minutos nos horários de partida e chegada dos comboios”.

De acordo com o aviso publicitado na página da empresa, as alterações de horários afetam três comboios.

Na prática, a ligação Lisboa Santa Apolónia – Caldas da Rainha “antecipa a partida em quatro minutos, mantendo a hora de chegada a Caldas da Rainha”, a ligação Mira Sintra-Meleças - Caldas da Rainha “retarda cinco minutos a partida, chegando dois minutos mais tarde a Caldas da Rainha” e, finalmente, a ligação Mira Sintra-Meleças – Torres Vedras “mantém a hora de partida e antecipa a chegada a Mira Sintra – Meleças”, segundo a CP.