Quem não tem um ou mais livros da infância que guarda religiosamente numa prateleira especial lá em casa? Ou que o empresta aos filhos, advertindo para a importância simbólica e emocional daquele objeto e da história que ele conta? "Vamos crescer com o livro" é a mensagem oficial do Dia Internacional do Livro Infantil, que se assinala este domingo, 2 de abril. Todos os anos, são escolhidos um escritor e um ilustrador para passar uma mensagem a propósito da efeméride, 

Este ano cumprem-se 50 anos da celebração desta iniciativa do Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY). Coube ao escritor russo Sergey Makhotin ser o autor da mensagem oficial, ao dizer que "a leitura não serve apenas para desenvolver sentimentos e personalidades, ela é, acima de tudo, um prazer". Realça a importância de crescer com a leitura e com o objeto livro.

O escritor russo escreve na primeira pessoa, recordando como se foi apropriando dos livros para brincar - "usava muitas vezes um livro ilustrado a fazer de telhado" -, ou como lhe serviram de amparo.

Muitos de nós terão um dia pensado: Este livro fala sobre mim! E a personagem favorita parece ser igual a nós. Tem problemas semelhantes, e resolve-os com dignidade. E há outra personagem que não é igual a ti, mas tu gostarias de seguir o seu exemplo, de ser tão corajoso e desembaraçado quanto ela".

"Quando há rapazes e raparigas que dizem 'Não gosto de ler!', isso faz-me rir. Não acredito neles. Comem gelados, jogam jogos e veem filmes interessantes. Dito de outro modo, gostam de se divertir! É que a leitura não serve apenas para desenvolver sentimentos e personalidades, ela é, acima de tudo, um prazer", diz ainda.

A mensagem do Dia Internacional do Livro Infantil é acompanhada sempre de uma ilustração e o IBBY escolheu este ano o ilustrador Mikhail Fedorov.

Em Portugal, o cartaz alusivo à data é assinado pelo ilustrador João Fazenda, distinguido em 2016 com o Prémio Nacional de Ilustração.

Luís Fazenda

 

Hans Christian Andersen, patrono deste dia, nasceu em Odense a 02 de abril de 1805 e morreu em Copenhaga, a 4 de agosto de 1875.

É considerado um dos mais importantes escritores de livros para a infância e juventude, com adaptações de histórias da tradição oral e criação de textos inéditos que incorporam temas universais e intemporais.

Além de se celebrar em todo o mundo o Dia Internacional do Livro Infantil, foi criado na década de 1950, em honra do escritor, o prémio Hans Christian Andersen, como forma de reconhecer o trabalho dos autores na área do livro infantil.

E para si, qual é o livro infantil que está a apetecer-lhe ir buscar à prateleira?