"No ensino secundário, num nível de ensino em que muitos pretendem aceder ao ensino superior, 10 por cento dos alunos nunca leu um livro até ao fim. É um dado que nos deve por a pensar", disse hoje à agência Lusa Leopoldina Viana, da Universidade do Minho e responsável pelo estudo.








"É um dado importante para investir mais na compreensão da leitura nos anos iniciais", disse Leopoldina Viana.


"Dá-nos a entender que há trabalho a fazer e que o professor tem que ter um papel mais ativo nesta área", considerou.






"Provavelmente tem que ver com a crise e as dificuldades económicas", disse Leopoldina Viana.


"Há muitos jovens que leem bastante, leem um tipo de literatura que não é muito consagrada do ponto de vista académico e relativamente à qual os professores fazem tábua rasa. Se calhar é preciso que a escola pense nesta leitura e possa integrar este tipo de leitura para seduzir o leitor", disse.