A GNR bloqueou o acesso ao centro comercial MAR Shopping, em Loulé, devido a uma ameaça de bomba, mas a unidade comercial já foi inspecionada pelas equipas de inativação de explosivos e reaberta ao público, disse fonte policial.

A fonte das Comunicações e Relações Públicas do Comando Territorial de Faro da GNR disse à agência usa que “a situação já está normalizada e resolvida”, depois de a força de segurança ter recebido ao início da tarde a informação de que havia uma ameaça de bomba no centro comercial.

A GNR mobilizou para o local as patrulhas e uma equipa de inativação de explosivos para despistar a ameaça”, precisou a mesma fonte, assegurando que “foram feitas a despistagem e buscas preventivas ao local e não se confirmou a ameaça” de bomba.

A mesma fonte explicou que a primeira preocupação da GNR foi a de garantir a segurança das pessoas que se encontravam no centro comercial e só depois foram realizadas as “diligências para apurar a origem de veracidade da ameaça”.

Essas diligências permitira identificar e deter o indivíduo que fez a ameaça”, revelou ainda o major Bruno Rodrigues, garantindo que a unidade comercial algarvia “já está a funcionar com normalidade”.

Também a administração do MAR Shopping Algarve confirmou o alerta registado hoje “para um possível risco de segurança”, mas sem especificar qual.

Nesse sentido, foi de imediato ativado o protocolo de segurança para estas situações, que inclui o contacto com as autoridades, as quais se deslocaram ao local para atestar a veracidade da ameaça”, referiu a administração do centro comercial num comunicado.

A mesma fonte disse ter “acatado todas as recomendações de segurança” feitas pelas autoridades, considerando que o “mais importante é a segurança” dos seus visitantes e trabalhadores, mas também sublinhou que “a normalidade está restabelecida”.