A Polícia Judiciária (PJ) informou hoje que o tribunal ordenou a prisão preventiva ao homem de 31 anos suspeito de um homicídio consumado e outro na forma tentada, ocorridos na terça-feira, em Lousada.

Em comunicado, a autoridade assinala que os factos que levaram à detenção do arguido, realizada em colaboração com a GNR, ocorreram "na sequência de um comportamento persecutório que o arguido vinha mantendo para com a vítima do sexo feminino, sua ex-companheira".

Na ocasião, na via pública, após ter localizado as vítimas, o arguido, munido de uma espingarda caçadeira, efetuou três disparos que provocaram ferimentos na ex-companheira e a morte da vítima do sexo masculino", lê-se no comunicado.

O detido apresenta antecedentes policiais pelos crimes de incêndio, dano e violência