Rui Pinto, o pirata informático que está a colaborar com a Polícia Judiciária, lamentou que o juiz Carlos Alexandre tenha decretado a prisão domiciliária para Luís Filipe Vieira.

O presidente suspenso do Benfica poderá pagar uma caução de três milhões de euros para sair em liberdade.

No Twitter, Rui Pinto foi dos primeiros a reagir, considerando que os "arguidos com tostões na conta" e "sem contas offshore" "não têm essa benesse".

Luís Filipe Vieira deverá pagar nos próximos 20 dias uma caução de três milhões de euros para ficar em liberdade.

Catarina Pereira