O ex-diretor da Polícia Judiciária Militar, Luís Vieira, foi esta tarde condenado a pena de multa de 2.400 euros por violação do segredo de justiça no caso de Tancos.

Em causa, estão revelações feitas à Presidência da República sobre pormenores da investigação em segredo de justiça.

Este julgamento decorreu em Lisboa, à margem do processo de Tancos, em que Luís Vieira também é arguido, que decorre em Santarém.

Henrique Machado