A partir desta quarta-feira, o aeroporto da Madeira passa a usar o nome de Cristiano Ronaldo, em termos comerciais. Em termos oficiais, a designação – reconhecida pela Associação Internacional de Transportes Aéreos - só estará confirmada quando estiver concluído o processo burocrático desencadeado para a alteração. 

A cerimónia de inauguração decorreu esta quarta-feira de manhã e são várias as curiosidades que a marcam.

  1. É o segundo aeroporto a ter o nome de um futebolista. O primeiro é o aeroporto de George Best, em Belfast, na Irlanda do Norte. Anteriormente conhecido por Aeroporto Belfast City, em 2006 passou a ser designado como Aeroporto George Best Belfast City
  2. Mas a escolha do nome não foi consensual. Depois de se saber da intenção de Miguel Albuquerque em homenagear o jogador, muitas foram as vozes que se levantaram para dizer que havia quem merecesse mais a homenagem que o futebolista, como por exemplo, Alberto João Jardim que foi presidente do Governo Regional da Madeira, entre 1978 e 2015
    Multidão espera por Cristiano Ronaldo

     

  3. Uma enchente para assistir à cerimónia: se na rua, eram milhares os que lutavam para ver chegar Cristiano Ronaldo, no interior do aeroporto estavam dezenas de pessoas à espera do jogador. Entre elas, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o primeiro-ministro, António Costa, o presidente do Governo Regional da Madeira Miguel Albuquerque, e o antigo presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim. E não só, ao lado de Ronaldo estava a mãe do jogador, Dolores Aveiro, o filho, Cristiano Ronaldo Júnior, a irmã, Elma Aveiro, e a namorada, Georgina Rodriguez 

     

    Miguel Albuquerque, Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa com Cristiano Ronaldo

     

  4. A partir desta quarta-feira, no Aeroporto Internacional da Madeira/Cristiano Ronaldo vão passar a estar um busto (na placa) e duas figuras luminosas com a face e o nome do futebolista (nas fachadas norte e sul), da autoria de um escultor da região
    O busto de Cristiano Ronaldo junto da placa
     
  5. Inauguração ocorreu nesta data para aproveitar a presença de Cristiano Ronaldo no regresso da Seleção Nacional à ilha da Madeira. Os campeões europeus disputaram um jogo particular com a Suécia no Estádio dos Barreiros. Apesar do filho da terra ter inaugurado o marcador, a equipa das Quinas perdeu por 3-2