A capitania do Porto do Funchal prolongou o aviso de vento forte para o mar da Madeira até às 06:00 de domingo, recomendando que as embarcações permaneçam nos portos de abrigo.

Recomenda-se que os proprietários ou armadores das embarcações tomem as devidas precauções para que estas permaneçam nos portos de abrigo”, pode ler-se na nota divulgada pela autoridade marítima regional que tem por base as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera

Estas previsões relacionadas com a situação geral do estado do tempo (vento e mar) para a orla marítima no arquipélago apontam para Leste/Nordeste “muito fresco a forte, diminuindo para fresco a muito fresco a partir do final do dia”.

Quanto à visibilidade, refere que é “boa a moderada, temporariamente fraca”.

A ondulação na costa norte é de Nordeste com ondas entre os 2,5 metros e os 3,5 metros, sendo até 2,5 metros na parte sul da ilha.

O aviso inicial emitido pela capitania alertava para estas condições até às 18:00 de hoje.

De acordo com a página da Aeroportos da Madeira, o movimento de aterragens e descolagens na Madeira está a decorrer com normalidade.

Costa norte da Madeira sob aviso amarelo

O IPMA também colocou a costa norte da Madeira sob aviso amarelo até às 18:00 de hoje devido às previsões de períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes, e acompanhados de trovoada.

Na sexta-feira, estas condições atmosféricas adversas afetaram sobretudo as freguesias de Ponta Delgada e Boaventura, no concelho de São Vicente, no norte da ilha da Madeira.

VEJA TAMBÉM:

Segundo o presidente da Câmara Municipal de São Vicente, 27 pessoas das duas freguesias (20 de Ponta Delgada e 7 de Boaventura) foram retiradas por precaução das suas casas devido à forte precipitação.

As chuvas fortes no norte da ilha da Madeira provocaram hoje inundações nos concelhos de São Vicente e de Santana, sobretudo nas freguesias da Boaventura, Ponta Delgada e Arco de São Jorge.

Nestas zonas, foram registados transbordos de ribeiras, enxurradas de lama e pedras, algumas derrocadas e quedas de árvores e cortes de estradas.

/ CE