Esta quarta-feira assinala-se o Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama.

Este é um dos cancros que mais preocupa: há 6.000 novos casos de cancro da mama por ano. Em Portugal, a mortalidade por cancro da mama até tem vindo a diminuir, mas a incidência aumenta.

Prevenir é, por isso, a palavra de ordem. Se for detetado numa fase inicial, o cancro tem 95% de hipóteses de bom prognóstico.

É com esse objetivo que para hoje estão previstas várias iniciativas de sensibilização e de informação sobre a doença em todo o país.

Rui Serra Alves, cirurgião e responsável da Clínica da Mama do IPO de Lisboa esteve esta quarta-feira no Diário da Manhã da TVI para falar sobre esta doença. O médico salientou que há fatores importantes que podem evitar este cancro.

A educação da própria pessoa, os hábitos tabágicos, a obesidade, tudo continua a ser importante, (...) determinados tipos de alimentos que podem ser causadores de um tumor, o desporto, a atividade física", vincou.

 
/ SS