Em altura de pandemia, mandam as regras e o bom senso que a população fique em casa, sobretudo nas horas mais tardias, até porque todos os espaços estão noturnos. É por isso normal que se vejam as cidades portuguesas completamente desertas durante a noite.

Ora, aproveitando esse facto, o bailarino português Marcelino Sambé, que faz parte da conceituada companhia de ballet Royal Opera House, saiu para o meio da capital portuguesa, num vídeo em que aparece sozinho, mas no qual é capaz de encher todo o espaço à sua volta.

São cerca de três minutos, que mereceram a realização de Yves Callewaert, e na qual o espectador pode ficar imerso na qualidade do bailarino e no fantástico acompanhamento da música e da luz da cidade portuguesa. 

Em tempos em que ligarmo-nos a contos de fadas parece tão difícil, explorar a possibilidade e a magia parece essencial. Yves Callewaert, juntamente com uma equipa incrível, conseguiram criar um trabalho de pura magia e mistério, onde a magia destes sapatos levou-me numa jornada eletrizante ao longo das ruas da minha amada cidade de Lisboa", escreveu Marcelino Sambé.

A coreografia, essa, ficou a cargo do próprio Marcelino Sambé, que contou com a colaboração da também portuguesa Maria Barroso.

Veja também:

António Guimarães