O mergulhador mais velho no ativo tem 96 anos e revalidou em 2019 o título pela terceira vez. Este recorde está no Livro do Guinness, mas nem todos os recordes foram imortalizados. Veja-se o de um georgiano que, com o dedo do meio, puxou um barco de 200 toneladas ao longo de 200 metros, que ainda não entrou para o livro dos recordes.

No capítulo dos recordes mais surpreendentes, não perca este sábado, na rubrica do jornalista Marco António "Acredite Se Quiser", a ginasta que faz tiro ao alvo com os pés ou o casebre de jardim que tem motor e circula na estrada, capaz de atingir velocidades de 130 quilómetros por hora.