A GNR do Porto anunciou que deteve na segunda-feira, em Marco de Canaveses, um homem de 21 anos suspeito de violência doméstica.

Em comunicado esta força policial descreve que os militares apuraram que o suspeito, consumidor de produtos estupefacientes, exercia violência psicológica contra a vítima, sua companheira, de 19 anos.

O homem demonstrava uma obsessão de que a companheira teria relações extraconjugais e ameaçava-a de morte, tendo esta, com receio que o agressor pudesse atentar contra a sua integridade física, a própria vida e a do filho menor de ambos, com apenas dois meses de idade, abandonado a residência em julho, o que intensificou as ameaças à própria e aos seus familiares”, descreve a nota da GNR.

O suspeito está proibido de contactar a vítima, tendo sido fixado um raio de 500 metros e estando vigiado por pulseira eletrónica. Soma-se a obrigação de se sujeitar a tratamento da dependência de estupefacientes.