A capitania do Funchal agravou o aviso de má visibilidade para “mau tempo” na zona costeira da Madeira depois de o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) ter colocado a ilha sob aviso laranja até terça-feira.

O aviso da autoridade marítima regional tem por base as indicações do IPMA, que também tinha colocado no sábado as costas norte, sul e a ilha do Porto Santo sob aviso amarelo devido às previsões de “chuva, temporariamente forte, por vezes em regime de aguaceiros que podem ser acompanhados de trovoada”, entre as 18:25 de hoje até às 09:00 de segunda-feira.

Mas, devido a um agravamento das condições atmosféricas, o aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, que estava em vigor para precipitação apenas para as zonas montanhosas, foi estendido a toda a região até às 09:00 de terça-feira.

O mesmo acontece com a situação do vento aplicado apenas na ilha da Madeira, com rajadas estimadas entre os 100 quilómetros por hora na parte sul da ilha e os 130 km/h nas zonas montanhosas da ilha.

A capitania do Funchal refere na nota que o vento pode ser entre os 51 e os 62 quilómetros por hora na zona costeira, “de qualquer direção”, e por isso esta autoridade regional insiste na recomendação dos “proprietários ou armadores das embarcações tomarem as devidas precauções de forma que estas permaneçam nos portos de abrigo”.

O movimento no aeroporto da Madeira esteve condicionado no final da manhã até ao início da tarde de hoje, com alguns aviões a retornarem à origem, mas as operações de aterragem e descolagem já estão a decorrer, de acordo com as informações facultadas na página dos Aeroportos de Portugal (ANA).

/ CE