As buscas pelas duas ocupantes de uma viatura que foi sexta-feira arrastada pela chuva intensa no concelho da Povoação, em São Miguel, "foram suspensas por hoje e serão retomadas no domingo de manhã", informou a Proteção Civil.

Uma fonte do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores acrescentou à agência Lusa que as buscas foram suspensas "por volta das 16:00" locais (17:00 em Lisboa) e serão "retomadas às 08:30 de domingo".

"As buscas foram suspensas por hoje devido ao agravamento do estado do tempo e do mar", disse à Lusa a mesma fonte.

As autoridades encontraram esta manhã "objetos pessoais" numa "praia junto à ribeira" onde terá caído a viatura, com as duas ocupantes.

A chuva forte que se regista desde sexta-feira provocou o arrastamento da viatura da Santa Casa da Misericórdia da Povoação, onde seguiam as duas funcionárias, que estariam a fazer apoio domiciliário e que continuam desaparecidas.

As buscas pelas duas mulheres, que decorrem desde sexta-feira, têm envolvido uma corveta da Marinha, as cinco corporações dos bombeiros de São Miguel, o serviço municipal de proteção civil da Povoação, capitania do porto de Ponta Delgada, Polícia Marítima, Associação de Nadadores Salvadores da Costa Norte e PSP, segundo a Proteção Civil dos Açores.

A viatura onde seguiam as duas mulheres foi localizada na sexta-feira no fundo de uma ribeira, presa e capotada junto à Povoação, mas não foram avistadas pessoas.

O presidente do Governo Regional dos Açores deslocou-se esta tarde à Povoação onde reiterou "toda a solidariedade e apoio" do executivo açoriano (de coligação PSD/CDS-PP/PPM) "às instituições do concelho".

José Manuel Bolieiro transmitiu “uma palavra solidária às instituições, mas em particular às famílias e à Santa Casa da Misericórdia da Povoação", afirmando que a instituição pode contar “com a solidariedade e o apoio do Governo para toda a assistência que se mostrar necessária”.

Também o presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, esteve hoje na Povoação, nomeadamente com o presidente da Câmara Municipal e com o Provedor da Santa Casa da Misericórdia, tendo manifestado "solidariedade" às famílias das duas pessoas que estão desaparecidas, segundo disse à Lusa fonte do PS.

/ RL