"O número de crianças e jovens que assumem comportamentos que afetam o seu bem-estar aumenta em todos os escalões etários", refere o documento, no contexto dos 73.779 processos motivados por situações de menores em perigo, indica o relatório, apresentado em Ovar.

















Quase oito mil processos reabertos



















Redação / CF