O responsável dos cuidados intensivos neonatais do Hospital Dona Estefânia, Daniel Virella, atualizou o estado do bebé encontrado num caixote do lixo, em Santa Apolónia, Lisboa. A criança “está bem” e deve prosseguir a administração de antibióticos durante os próximos dois dias, para garantir que não tem nenhuma infeção.

Veja o momento em que a criança é retirada do caixote do lixo.

Apesar da criança se encontrar estável, o médico afirma que o bebé "passou por algumas horas difíceis". Daniel Virella relevou ainda a questão social envolvente, uma vez que a criança foi abandonada e não tem qualquer registo.

O bebé passou por algumas horas difíceis", afirmou o clínico.

Relativamente ao futuro do bebé, o médico acrescenta que cabe ao Estado tomar conta do assunto.

Em conferência de imprensa no Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, o médico adiantou que não decorreu ainda o tempo suficiente para alguém, que não os pais, possam proceder ao registo do bebé.

Temos cá crianças desde que nasceram e que têm 18 anos, mas esperamos que não seja o caso", acrescentou Daniel Virella.

 O clínico aproveitou ainda para elogiar o trabalho da equipa do INEM que acorreu ao local.

Foi feito um bom trabalho pela equipa do transporte de emergência que aqueceu e estabilizou [o bebé]", afirmou.

Veja o momento em que o bebé foi encontrado por um sem-abrigo.

As autoridades receberam pelas 17:30 de terça-feira o alerta para um recém-nascido encontrado num caixote do lixo na Avenida Infante D. Henrique, perto da estação fluvial.