A região Norte do país está a ser fustigada por chuvas fortes, granizo e trovoada, num momento em que se aproxima cada vez mais o verão. A cidade de Vila Real sofreu inúmeras inundações e queda de árvores.

O fenómeno meteorológico tem tido grande incidência em Trás-os-Montes, onde esta sexta-feira se multiplicam os testemunhos no Twitter.

Em Braga, há relatos de água acumulada nas vias e, em Alfândega da Fé, Bragança, é notório o temporal captado por um carro em circulação.

Contactada pela TVI, fonte da Proteção Civil diz que tem há uma equipa no terreno em Braga que foi chamada após receber o alerta para a inundação de estruturas e superfícies por precipitação intensa e que está a trabalhar para reduzir o impacto das chuvas fortes.

O concelho de Vila Real foi uma das zonas mais afetadas, com várias inundações, que foram resolvidas rapidamente, e queda de árvores.

Segundo a página do Comando Distrital de Operações e Socorro de Vila Real, registaram-se quedas de árvores em Medrões, concelho de Santa Marta de Penaguião, e Oura e Vidago, no concelho de Chaves.

Ainda segundo a mesma página, além do concelho de Vila Real registaram-se ainda inundações em localidades do concelho de Alijó e Santa Marta de Penaguião.

Até às 18:45 horas, as autoridades respondiam a duas ocorrências relacionadas com o mau tempo, em São Vítor.

Também no concelho de Lamego e Armamar foram registadas inundações. No Fontelo, quatro operacionais, apoiados por um veículo, estão a coordenar a segurança da via pública.

A chuva forte fez mesmo parar o trânsito na A4 entre Amarante e Vila Real, de acordo com vídeos enviados à redação da TVI.

Esta sexta-feira, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu um aviso amarelo para o distrito de Braga devido à previsão de “aguaceiros, por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada” durante a tarde.

Além de Braga, estão sob aviso amarelo os distritos de Bragança, Viseu, Porto, Guarda e Vila Real.

Henrique Magalhães Claudino / Notícia atualizada às 21:14