As temperaturas altas do passado fim de semana fizeram os termómetros marcar valores superiores a 40 graus em várias zonas do país. O clima começou a aquecer na sexta-feira e no sábado atingiram-se máximas, que agora, segunda-feira, voltaram a descer.

No sábado, dia 14 de agosto, vários distritos do país viram as temperaturas máximas chegar aos 40 graus. Foi o caso de Évora, Beja, Portalegre, Setúbal, Faro, Castelo Branco e Guarda. Aos avisos meteorológicos juntou-se o alerta vermelho para o risco de incêndios. 

Fonte do IPMA destacou à TVI24 zonas como Reguengos de Monsaraz, com uma temperatura máxima de 44,4 graus, Amareleja, no Alentejo, Alcoutim em Faro e Elvas, em Portalegre, com termómetros a chegar aos 43,8 graus.

Já no domingo, as temperaturas desceram ligeiramente um pouco por todo o país. O destaque foi para Portimão, com 40,7 graus. 

Lisboa ficou longe das previsões feitas na semana passada, que rondavam os 39 graus. A capital do país registou na sexta-feira máximas de 33,6.º, 35 graus no sábado e voltou a descer ontem, com 32,3 graus.

Segundo o IPMA, apesar dos dias longos e quentes, as noites foram mais frescas e com mais vento.

Já em Espanha, segundo a agência estatal de meteorologia (AEMET), a região da Andaluzia foi a mais quente, com Écija a marcar máximas de 46,6 graus no sábado, valor que desceu para 43 graus no domingo. Madrid rondou os 40 graus.

A zona da Estremadura, que faz fronteira com Portugal, também foi uma das regiões mais quentes, com valores acima dos 40 graus.

/ IM