Quatro distritos do continente e o arquipélago da Madeira estão a partir desta segunda-feira e até quarta-feira sob aviso amarelo devido ao tempo quente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os distritos de Castelo Branco, Portalegre, Évora e Beja estão sob aviso amarelo entre as 15:00 de hoje e as 19:00 de quarta-feira e o arquipélago da Madeira até às 21:00 de quarta-feira, devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para esta segunda-feira no continente céu pouco nublado ou limpo, com nebulosidade matinal no litoral Centro.

A previsão aponta ainda para vento em geral fraco predominando do quadrante norte, soprando por vezes moderado na faixa costeira, e subida de temperatura, em especial da máxima, exceto no Algarve, onde deverá descer.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 13 graus Celsius (em Bragança) e os 22 (em Portalegre) e as máximas entre os 29 (na Guarda e em Leiria) e os 37 (em Évora e Santarém).

Para o arquipélago da Madeira, o IPMA prevê períodos de céu muito nublado, possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos nas vertentes norte e terras altas e vento fraco a moderado de nordeste, soprando moderado a forte, por vezes com rajadas até 65 quilómetros por hora.

No Funchal as temperaturas vão oscilar entre os 22 e os 29 graus e no Porto Santo entre os 22 e os 27.

Risco muito elevado de exposição aos UV

Portugal continental e os arquipélagos da Madeira e Açores apresentam hoje risco muito elevado e elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV).

Em risco muito elevado estão todos os distritos de Portugal continental e os arquipélagos da Madeira e Açores, exceto as ilhas das Flores e do Faial, que estão com níveis elevados.

Para as regiões com risco muito elevado, o IPMA aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, 't-shirt', guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Risco máximo de incêndio

Onze concelhos dos distritos de Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Faro apresentam hoje risco máximo de incêndio.

Em risco máximo estão os concelhos de Castelo Branco, Fundão, Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova, (Castelo Branco), Mação, Sardoal (Santarém), Gavião, Nisa, Marvão (Portalegre), São Braz de Alportel e Tavira (Faro).

O IPMA colocou também vários concelhos dos distritos de Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Leiria, Santarém, Portalegre e Faro em risco muito elevado de incêndio.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

/ AM