Vinte e um concelhos dos distritos de Faro, Viseu, Santarém, Portalegre, Castelo Branco e Bragança apresentam esta segunda-feira um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco máximo estão esta segunda-feira os concelhos Monchique, Silves, Loulé, São Brás de Alportel, Tavira e Alcoutim (Faro), Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão (Castelo Branco), Gavião e Nisa (Portalegre), Mação e Sardoal (Santarém), Vimioso e Vinhais (Bragança).

Também os concelhos de Mortágua, Santa Comba Dão, Tondela, Carregal do Sal, Vila Nova de Paiva, Tarouca e Tabuaço (Viseu) estão esta segunda-feira em risco máximo de incêndio.

O IPMA colocou ainda vários concelhos de todos os distritos do continente em risco muito elevado e elevado de incêndio.

Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, sendo o elevado o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Por causa do tempo quente, o IPMA emitiu um aviso amarelo para os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Santarém, Évora e Beja entre as 12:00 desta segunda-feira e as 20:00 de quarta-feira.

O aviso amarelo, o terceiro de uma escala de quatro, revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.