“Vão ser encaminhadas através das instituições da sociedade civil, das Misericórdias, da Cruz Vermelha Portuguesa, plataforma de apoio aos refugiados e outras instituições de acordo com o plano que já foi delineado e aquilo que foi acordado com o grupo de trabalho da agenda das migrações”










Constança Urbano de Sousa




“Existe todo um procedimento que tem que ser feito. Tem a ver com o registo e escrutínio dessas pessoas, que é da responsabilidade não só dos serviços da Itália e da Grécia, mas também com a ajuda das equipa da Frontex (Agência Europeia de Gestão das Fronteiras) e da ASA Gabinete Europeu de Apoio ao Asilo)”