“É um estatuto feito por generais do exército, vamos fazer contrapropostas e esperamos que a ministra as aceite, porque este estatuto não serve a GNR nem os seus profissionais e parece mais um ‘subestatuto’ das Forças Armadas”, disse César Nogueira, acrescentando: “Não somos militares das Forças Armadas, somos uma força policial”.