Algumas das grandes cadeias montanhosas que dividem Minho e Trás-os-Montes revestiram-se, no sábado, em pleno de agosto, de um surpreendente fenómeno meteorológico. Visto de longe, parecia que um manto de neve tinha coberto as montanhas.

Nas redes sociais, foram muitas as imagens partilhadas pelos moradores, que ficaram encantados com o cenário "mágico".

A página de Facebook dedicada a meteorologia de Trás-os-Montes publicou algumas fotografias que mostram as serras de Alvão e do Marão envoltas de um manto misterioso.

Mas este fenómeno tem uma explicação: “o ar carregado de humidade vindo do Atlântico encontra a grande barreira montanhosa que separa Trás-os-Montes do Douro Litoral e Minho e é obrigado a subir, arrefece e condensa (forma nuvens/nevoeiro), chegado ao topo acontece o inverso, desce, aquece e as nuvens desaparecem, parece uma cascata que nunca chega ao fundo dos vales”, explicou a página da Meteo Trás-os-Montes - Portugal.

Redação / IC