O Ministério Público (MP) de Leiria anunciou esta quarta-feira que determinou a abertura de inquérito para investigar a queda de uma baliza que vitimou um jovem de 15 anos, num estabelecimento de ensino, em Leiria.

Segundo a página da Procuradoria da República da Comarca de Leiria, o inquérito ao acidente do aluno, que viria a falecer no Centro Hospitalar de Leiria, é dirigido pelo Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal de Leiria, com a coadjuvação da PSP de Leiria.

O MP esclarece que o inquérito tem por objetivo investigar “a eventual prática de um crime de homicídio por negligência”.

Uma criança de 15 anos morreu na terça-feira após ter sido atingida por uma baliza no Colégio Conciliar Maria Imaculada (CCMI), na Cruz d'Areia, em Leiria.

Segundo fonte do Centro Hospitalar de Leiria, a criança já chegou cadáver à urgência do Hospital de Santo André, em Leiria, onde foi declarado o óbito.

Num comunicado, o CCMI adianta que "é com profundo pesar que o Colégio Conciliar de Maria Imaculada, em Leiria, comunica o falecimento de um aluno desta instituição, de 15 anos, a frequentar o 9.º ano, na sequência de um acidente ocorrido em circunstâncias ainda por apurar".

O colégio da Cruz d'Areia revela que o "acidente foi comunicado às autoridades educativas, estando a apurar-se as circunstâncias do sucedido, através de um processo de averiguações".

“A direção da escola está perplexa, chocada e profundamente consternada com o sucedido, algo nunca ocorrido na escola, ao longo dos seus 79 anos, tendo sido disponibilizado apoio psicológico à família, colegas e comunidade escolar", lê-se na mesma nota, onde a instituição de ensino apresenta os "sentidos pêsames à família e à comunidade escolar".

/ HCL